Meu Clube: com Peter Camargo - Cidade Clube - O Clube do Esporte

Últimas

Cidade Clube - O Clube do Esporte

O Clube do Esporte

09/08/2015

Meu Clube: com Peter Camargo

Iniciamos neste novo layout do Cidade Clube, uma série de entrevistas com esportistas da cidade, sejam eles amadores ou profissional. Escolhemos para estrear a série Meu Clube, o nosso amigo Peter Camargo. Peter da ARPA, como é conhecido, vem se destacando nas corridas de São José do Rio Preto e região. Além de esportista do atletismo e amante do xadrez, ele dedica seu tempo a esposa Nayne, com quem é casado a 12 anos, e ao seu filho Peter Gabriel de Souza Camargo, com quatro anos. Trabalha a 12 anos na Secretaria de Esportes como Professor de Xadrez no Poliesportivo do Eldorado e Pinheirinho, são seis horas dedicados ao xadrez por dia, e uma média de 100 quilômetros por semana em treinamentos de corrida. Ainda sobra tempo para organizar toda a galera da Associação Rio-Pretense Pró Atletismo nas provas de corrida de rua. Peter começou sua história nas corridas com seu primeiro treinador Reginaldo de Souza na pista do Eldorado, onde treina desde 2007. Hoje, com trinta e dois anos e sete anos depois, treina feras da categoria, como o atleta Gilmar Lopes da Silva, atual campeão dos Jogos Regionais. Fora das pistas, com o apoio da SMEL (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer) trouxe para a cidade Altobeli dos Santos, atleta com índice olímpico. Sua trajetória no esporte começou na cidade de Lourdes, mais de 100 quilômetros de distância de sua casa, na 1ª Corrida de Pedestre Vila Lourdes, em março de 2007. Ele não guarda fotos da época, mas guarda um sonho desde então, correr uma grande prova na Europa. 
De Lourdes até Fernandópolis, onde correu sua última prova até a entrevista ( 1ª Corrida Bodas de Prata), coleciona troféu e medalhas: " São quase duzentos troféus e trezentas medalhas, não tenho mais lugar onde guardar em casa, sala, cozinha e quarto", todos estão decorados com as vitórias pessoal de Peter Camargo. A conquista mais importante ele lembra com orgulho: "Fiz minhas melhores marcas nos Jogos Regionais em Penápolis 2012, fui ouro nos 10km com o tempo de 33m28s, ouro nos 5km com 15m50s e prata nos 1500, relembra entusiasmado.
No ano de 2009, no Circuito da Longevidade Bradesco, Peter estava junto aos seu amigo Rusinei Rodrigues, os dois aqueciam junto a um queniano no final da largada, o detalhe é que o africano não participaria da prova: "Quando percebi a corrida já tinha se iniciado e estava no último pelotão, foi quando ultrapassei centenas de pessoas e conclui a prova ainda em décimo sétimo geral e terceiro na categoria com o tempo de 20m36s, conclui sorridente.
"Graças ao esporte conheci diversos lugares e pessoas que admiro, aviso sempre aos que querem iniciar na corrida para começar com calma, procurar auxilio profissional, correr com uma planilha elaborada junto a uma alimentação saudável. Comece com provas curtas, tenha foco, disciplina e metas que pode chegar onde deseja. O principal benefício do esporte é te dar prazer."
Sucesso Peter, Wesley Campofredo